Novas comunidades

Atualizado: Jan 24

Esse texto tem como objetivo tratar sobre o novo fenômeno vivido pela igreja, as Novas Comunidades, conhecidas pela igreja como nova forma agregativa.




Em primeiro lugar é preciso levantar alguns questionamentos que já se tornaram habituais no seio da Igreja, no meio do povo de Deus. Sendo assim vamos nos perguntar: O que é uma Nova Comunidade? O que a Igreja fala sobre as Novas Comunidades? Elas são aceitas e acolhidas pela Igreja? É por meio desses questionamentos que transitará toda a argumentação desse texto.

As Novas Comunidades são compreendidas de duas formas, a primeira de forma jurídica e a segunda pastoral, ambas as formas fornecem as Novas Comunidades autenticidade de existência, demonstram a importância e o direito delas existirem.

A primeira forma de ser vista é como agregação de fiéis, ou seja, como um movimento de reunião de fiéis, uma nova maneira de reunir um determinado público interessado pela proposta desse novo movimento. No entanto, é importante ressaltar que essa nova forma de agregação, ou seja, as novas comunidades são bem diferentes daquilo que chamamos de movimentos eclesiais.


Vejamos a seguir o que os Bispos do Brasil afirmam sobre as Novas comunidades:


"Nos últimos tempos, cresceu o número de grupos de cristãos que propõe Novas Formas de reunir fiéis em torno de uma Carisma comum. São as Novas Comunidades de Vida e Aliança. Muitas atuam no apostolado e na pastoral. Geralmente, estão ligadas ao Bispo Diocesano e precisam estar vinculadas a articuladas à Igreja Particular e ao seu plano pastoral. É importante acolher essas novas formas de viver a fé cristã, integrando-as na paróquia e oferecendo oportunidades para crescerem na comunhão e missão de toda a Igreja." (CNBB - 104, 2013,p.66, n.166)

São João Paulo II fazia referência a elas como novo fenômeno agregativo, uma nova forma de se agregar a Igreja e a sua missão, uma nova opção de consagração e de ser Igreja. Essa nova forma de se agregar, ou seja, de fazer parte da Igreja trouxe consigo aquilo que ele chama de um fenômeno, uma nova era em relação as vocações e a ação de consagração, pois permitiu aos leigos a oportunidade de consagrar a vida a um Carisma particular sem renunciar a sua vocação laical.

"Nestes tempos mais recentes, o fenômeno da agregação dos leigos entre si assumiu formas de particular variedade e vivacidade. Se na história da Igreja tal fenômeno representou sempre um linha constante, como o provam até aos nossos dias as várias confrarias, as ordens terceiras e os diversos sodalícios, ele recebeu, todavia, um notável impulso nos tempos modernos que têm visto o nascer e o irradiar de múltiplas formar agregativas: associações, grupos, comunidades, movimentos. Pode falar-se de uma nova era agregativa dos fiéis leigos." (PAULO II, 2011,p.75, n.29)

Encontramos na fala de São João Paulo II, uma definição sobre esse novo fenômeno, e uma certa visibilidade positiva por parte do Santo Padre, parece reconhecer não só o surgimento dessas novas formas agregativas, mas a beleza desse movimento laical e sua irradiação nos tempos modernos.

Em maio de 1998 no IV Congresso Mundial dos Movimentos e das Novas Comunidades, afirmou que, "as Novas Comunidades são, a resposta suscitada pelo Espírito Santo, a este dramático desafio de final de milênio. Reafirmava ele: Vós sois esta resposta providencial".




#NovasComunidades #Carisma #AssociaçãoPrivada #Fiéis #Agregações


Referência bibliográfica:


FERREIRA, Pe. Wagner. As novas Comunidades no contexto sociocultural contemporâneo. 1. Ed. São Paulo: Canção Nova, 2011.

PAULO II, João. Exortação Apostólica Pós- Sinodal Vita Consecrata do Santo Padre João Paulo II: Sobre a Vida Consagrada e sua Missão na Igreja e no Mundo. 6. Ed. São Paulo: Paulinas, 2009.

PAULO II, João. Exortação Apostólica de João Paulo II Christifideles Laici: Vocação e missão dos leigos na igreja e no mundo.16. Ed. São Paulo: Paulinas, 2011.

Conferência Nacional dos Bispos do Brasil: Igreja Particular, Movimentos Eclesiais e Novas Comunidades. 1. Ed. Brasília: CNBB, 2009.

14 visualizações
SOBRE NÓS

Somos uma Comunidade Missionária Católica, localizada na Diocese de Campo Limpo, residente no território da Paróquia Todos os Santos  na cidade de Embu das Artes. 

LOCALIZAÇÃO

Contato:

(11) 99393-5092

(11) 96973-8011

Endereço:

Estrada de itapecerica a campo limpo, 1971 -
Jardim presidente Kennedy  

Embu - CEP 06820 185

CONECTE-SE

© 2017 por Comunidade Missionária Católica Envia-me.